quarta-feira, 21 de junho de 2017

Empreendedor?


Banheiro indiscreto


Piscina vip


Familia visitando a avó que estava sózinha


Belo discurso do Deputado Pedro Cunha Lima


O SR. PRESIDENTE (Delegado Edson Moreira) - Tem a palavra o Deputado Pedro Cunha Lima.

O SR. PEDRO CUNHA LIMA (PSDB-PB. Sem revisão do orador.) - Sr. Presidente, no nosso País, ainda persiste a crença de que é o Estado que vai resolver todos os nossos problemas. E, com a conduta populista da maioria da classe política, o Estado vai ficando cada vez maior e vai assumindo mais responsabilidades, metendo-se onde não deve e fracassando de maneira reiterada em tudo. 
Isso gera um custo absurdo para a sociedade como um todo, que faz a sua parte. Também a iniciativa privada faz a sua parte, gerando riquezas. Mas oEstado rouba esse dinheiro para ser ineficaz, já que minimamente não entrega saúde, educação e segurança pública.
Eu penso diferente. Penso que éhora de o Estado focar o principal, diminuir as suas ambições e tomar conta de creches. Como o Estado quer assumir tudo se não consegue sequer garantir o acesso à creche? No nosso País, apenas 25% das crianças de 0 a 3 anos têm vaga em creches. 
É hora de o Estado focar o essencial, diminuir as suas ambições e enfrentar, de maneira dura e direta, o problema da segurança pública. Não dámais para o Estado permanecer da maneira como está. É preciso fazer uma reforma que inclua o custo da máquina pública. 
Sr. Presidente, é impressionante como este tema poucas vezes chega a esta tribuna: o custo desta Casa. Quanto o Orçamento da União deixa nesta Casa e nas Assembleias Legislativas? Daqui a pouco vai ser votado, na Comissão Especial, um teto para as Assembleias Legislativas. Mas e quanto à máquina pública como um todo, o número de cargos comissionados, o volume de recursos que deixamos de destinar à educação? 
Vou insistir na falha com relação à primeira infância, já que o começo da vida é uma bandeira que defendo com muita convicção. O Estado deixa de destinar recursos para essa área e os coloca na máquina pública.
Faço um apelo a esta Casa para que iniciemos aqui essa reforma do Estado e uma diminuição, que é urgente, do custo da máquina pública, fazendo um corte nos gastos dos gabinetes. Não dá mais para preservarmos essa operação, que não está tendo o respaldo da população e precisa urgentemente ser adequada.

Demitido por falta e profissionalismo


Burrice?


Bichinhos de estimação e ostentação


Além dos carrões: milionário árabe ostenta leões e guepardos como objetos de luxo. Nos Emirados Árabes Unidos, é comum ricos comprarem animais selvagens e abandoná-los em seguida. 

Para alguns, estupidez. Para outros, sinal de riqueza. Mas para os jovens árabes de países do Golfo, carros de luxo e mansões são muito pouco para demonstrar quão ricos eles são. 

A moda agora é criar animais como leões e guepardos em suas casas. Humaid AlBuQaish, um jovem bilionário dos Emirados Árabes Unidos, conseguiu 250 mil seguidores no site de Instagram após começar a postar fotos dos seu carros como Mercedes e Lamborghini e de seus leões e tigres de estimação que chegam a custar R$ 50 mil (cerca de R$ 115 mil). 

Segundo informações do jornal britânico Daily Mail, mostrar animais selvagens nas redes sociais é a nova mania de grandeza dos bilionários da região. Conforme a publicação, dedicar espaço aos animais nas redes sociais é um símbolo de status por ostentar — além do dinheiro — a coragem dos jovens ricos. 

Jasim Ali, que administra um parque para animais selvagens na região, diz que muitos felinos são descartados pelos donos após se tornarem muito grandes e perigosos para os proprietários “arrogantes”.

Significado de Corinthianos


Olhe bem que não é o que está pensando


Festa junina




domingo, 18 de junho de 2017

Destruição de bebidas na Arábia


Marido condenado a prisão domiciliar


Cerveja sabor "xereca"




"Em breve o brasileiro poderá ter à disposição uma cerveja, no mínimo, diferente. Isso porque a empresa polonesa The Order of Yoni lançou em 2016 uma cerveja com sabor de vagina. A empresa utilizou bactérias presentes na genitália feminina que conferem o aroma característico.

Agora, o plano da fabricante é exportar a cerveja para o Brasil. Dois empresários já demonstraram que possuem interesse em trazer o produto para o país. Vale citar que a empresa diz que tudo é produzido seguindo as normais rigorosas de higiene."


sábado, 17 de junho de 2017

Folgado


Você só pensa naquilo?










Skol na veia


Experiência do arroz


Charadex


Ladrão sem ética



Conselho de avô


Mensagem de amor e companheirismo


Prova


Amizade vale a pena


Cada equipe com seu patrocinio


sexta-feira, 16 de junho de 2017

O pedreiro não foi com tua cara


Ousar


É a cara do dono







Bolo de aniversário inusitado


Recado para a mulher amada


13 anos e nem um centímetro de terra


Síndrome de Irlen


Imagem dúbia


Parceiro - emocionante


Caiu e quicou


Noé ligou


Eu amo a minha esposa


Banheiro público


Esperma explosivo


Carga valiosa tem escolta a altura. Tá ruim pro Capitão


Mulher é malandra?


Claustrofobia


Muita chuva no sul


Saquinho de geladinho


Caipirinha rejuvenesce