quarta-feira, 28 de abril de 2010

Energia Solar em alta

Diretora de Tecnologias Solares na GE"s Global Research Center, Danielle Merfeld, fala sobre um tipo de energia solar que se tornará em breve uma fonte de energia importante para as empresas.

 

O debate em curso é se energia solar fotovoltaica (PV) sairá de sua posição de nicho dentro do setor energético para se tornar uma parte maior dentro do nosso portfolio de geração de energia. Uma vez que a energia solar fotovoltaica está em desenvolvimento há 60 anos, você poderia facilmente presumir que levará outros 60 anos antes que esta se torne uma fonte de energia importante. Mas, falando de dentro de uma empresa que forneceu 25 % da tecnologia de geração de energia de todo o mundo, este futuro pode chegar mais cedo do que muitos imaginam.

Neste momento os custos de PV são mais elevados do que outras soluções atuais - incluindo outras fontes renováveis. Mas as tendências globais e os progressos recentes na indústria de PV revelam que tal energia está pronta para um crescimento maior. Uma maior concorrência na indústria solar está acelerando o ritmo do desenvolvimento tecnológico, superando os gargalos e reduzindo custos. E como a capacidade instalada vem aumentando, a indústria solar está aprendendo rápido. Para colocar isto em perspectiva de progresso, os custos por módulo PV são 10 vezes mais baratos do que há 30 anos. Ainda mais impressionante é a redução de mais de 30 % nos custos de instalação de sistemas fotovoltaicos nos Estados Unidos e reduções ainda maiores na Alemanha, onde a concorrência se tornou mais acirrada nos últimos dez anos.

Apesar da crise financeira, o interesse dos investidores na tecnologia solar continua forte. A energia solar PV manteve a distinção de ser aquela que mais canalizou capital de risco e fundos de “private equity” quando comparada a qualquer outra tecnologia do planeta entre os anos de 2006 e 2008.

Estes e outros investimentos geraram avanços como filmes finos de módulos PV mais baratos e eficientes, e micro conversores que permitem completos sistemas modulares escaláveis de telhados que são mais seguros e com comunicação embutida. Empresas como a GE e outras estão trabalhando para resolver os desafios de integração de colocar grandes quantidades de recursos variáveis dentro da rede elétrica por meio de controles e comunicações avançados, assim como se atentam a importantes questões de armazenamento.

O aperfeiçoamento e padronização da tecnologia futura criarão novas eficiências em design e sistema de instalação de módulos solares, tornando esta fonte de energia limpa ainda mais economicamente viável. Com o crescente apoio da opinião pública nos Estados Unidos para soluções energéticas mais limpas e verdes, os estados estão respondendo com programas ambiciosos para promover recursos renováveis e mais incentivos estão surgindo para fazer da energia solar uma opção mais atraente para os clientes.

As Renewable Portfolio Standards (RPS - Normas de Portfolio Renováveis) já estão em vigor em mais de 30 estados, novos programas financeiros e incentivos como medição de líquidos e Property Assessed Clean Energy  (PACE) (Propriedades Avaliadas em Energia Limpa) – que fincancia programas para proprietários – estão emergindo de forma a tornar a energia solar acessível e mais atraente economicamente. Embora a procura de eletricidade seja baixa na América do Norte, Europa e Japão, também não devemos subestimar a necessidade de substituição de geração futura. A aposentadoria do carvão até 2015, sozinha, poderia ser responsável por um pedaço considerável – algo em torno de 30 GW para cada um: Estados Unidos e Europa – mesmo com modestas taxas de aposentadoria na faixa dos 10 %. Uma outra tendência que poderia desequilibrar nossas expectativas quanto às necessidades de geração de energia é a eletrificação dos veículos.

Uma mudança gradual para carros elétricos nos Estados Unidos (10 % em 2020) criaria uma nova fonte de demanda distribuída. Mesmo o aumento da geração de energia baseada em gás permitirá uma maior penetração de energias renováveis, já que esta é mais flexível que a carga base fornecida pelo carvão atualmente. Claro, existem aspectos negativos potenciais como mudanças na política que poderiam retardar ou inibir o crescimento, e os desafios da integração à rede de infra-estrutura, que poderiam atrasar a alta penetração da geração PV. Mesmo assim, a tendência é evidente. Sistemas PV oferecem uma alternativa diferente aos combustíveis fósseis e às tecnologias de energia renovável.

Eles convertem a energia do sol diretamente em eletricidade, sem peças móveis, e utilizando materiais de baixo custo que são robustos e não produzem emissões. Tal sistema é onipresente, acessível e oferece soluções em ambos os ambientes rurais e urbanos. Estes fatos vão continuar a impulsionar o crescimento da energia solar PV no setor de energia.

O futuro da energia solar futuro não deve ser subestimado.

Danielle Merfeld (Diretora de Tecnologias Solares na GE"s Global Research Center).

Fonte: Agenda Sustentável (http://www.agendasustentavel.com.br)

segunda-feira, 26 de abril de 2010

MULTIMISTURA

PIONEIRA Há mais de três décadas Clara Brandão criou um composto alimentar que revolucionou a nutrição infantil.


A cena foi comovente. O vice-presidente José Alencar preparava-se para plantar uma árvore em Brasília quando foi abordado por uma nissei de 65 anos e 1,60 m de altura. Era manhã da quinta-feira, 6. A mulher começou a mostrar fotografias de crianças esqueléticas, brasileiros com silhueta de etíopes, mas que tinham sido recuperadas com uma farinha barata e acessível, batizada de "multimistura".

Alencar marejou os olhos. Pobre na infância no interior de Minas, o vice não conseguiu soltar uma palavra sequer. Apenas deu um longo e apertado abraço naquela mulher, a pediatra Clara Takaki Brandão. Foi ela quem criou a multimistura, composto de farelos de arroz e trigo, folha de mandioca e sementes de abóbora e gergelim.

Foi esta fórmula que, nas últimas três décadas, revolucionou o trabalho da Pastoral da Criança, reduzindo as taxas de mortalidade infantil no País e ajudando o Brasil a cumprir as Metas do Milênio.
E o que a pediatra foi pedir ao vice-presidente? Que não deixasse o governo tirar a multimistura da merenda das crianças. Mais do que isso, ela pediu que o composto fosse adotado oficialmente pelo governo. Clara já tinha feito o mesmo pedido ao ministro da Saúde, José Gomes Temporão - mas ele optou pelos compostos das multinacionais, bem mais caros. "O Temporão disse que não é obrigado a adotar a multimistura", lamenta Clara.

Há duas semanas a energia elétrica da sala de Clara dentro do prédio do Ministério da Saúde foi cortada. Hoje, ela trabalha no escuro.

“Já me avisaram que agora eu estou clandestina dentro do governo", ironiza a pediatra. Mas ela nem sempre viveu na escuridão.

Prova disso é que, na semana passada, o governo comemorou a redução de 13% nos óbitos de crianças entre os anos de 1999 e 2004 - período em que a multimistura tinha se propagado para todo o País. Desde 1973, quando chegou à fórmula do composto, Clara já levou sua multimistura para quase todos os municípios brasileiros, com a ajuda da Pastoral da Criança, reduto do PT.

Os compostos da multimistura têm até 20 vezes mais ferro e vitaminas C e B1 em relação à comida que se distribui nas merendas escolares de municípios que optaram por comprar produtos industrializados. Sem contar a economia:

"Fica até 121% mais caro dar o lanche de marca", compara Clara. Quando ela começou a distribuir a multimistura em Santarém, no Pará, 70% das crianças estavam subnutridas e os agricultores da região usavam o farelo de arroz como adubo para as plantas e como comida para engordar porco.

Em 1984, o Unicef constatou aumento de 220% no padrão de crescimento dos subnutridos.

Dessa época, Clara guarda o diário de Joice, uma garotinha de dois anos e três meses que não sorria, não andava, não falava. Com a multimistura, um mês depois Joice começou a sorrir e a bater palmas. Hoje, a multimistura é adotada por 15 países. No Brasil só se transformou em política pública em Tocantins.

Clara acredita que enfrenta adversários poderosos.  (alguém tem alguma dúvida?)

Segundo ela, no governo, a multimistura começou a ser excluída da merenda escolar para abrir espaço para o Mucilon, da Nestlé, e a farinha láctea, cujo mercado é dividido entre a Nestlé e a Procter & Gamble. "É uma política genocida substituir a multimistura pela comida industrializada", ataca a pediatra.

A antiga Coordenadora Nacional da Pastoral da Criança, a saudosa Zilda Arns, reconheceu que a multimistura foi importante para diminuir os índices de desnutrição infantil. "A multimistura ajudou muito", diz. "Mas só ela não é capaz de dizimar a anemia; também se deve dar importância ao aleitamento materno."

Procuradas as autoridades do Ministério da Saúde ao longo de toda a semana, mas nenhuma delas quis se pronunciar.

"O multimistura é um programa que não existe mais", limitou-se a informar a assessoria de imprensa.


Site do multimistura - http://www.multimistura.org.br/

Kevin Richardson (Lion Man) Leões

A história deste cara (Kevin Richardson) sul africano que começou criando 2 filhotes de leão que se multiplicaram, formando um bando deles, sendo ele aceito pelo bando. O vídeo é sensacional. A parte que ele entra no rio e o felino o acompanha é muito interessante, pois sabemos que eles não gostam de água. Realmente, vale a pena ver.


http://www.youtube.com/watch?v=NA1i36Dd1qs

Kevin Richardson (Lion Man) Leões

A história deste cara (Kevin Richardson) sul africano que começou criando 2 filhotes de leão que se multiplicaram, formando um bando deles, sendo ele aceito pelo bando. O vídeo é sensacional. A parte que ele entra no rio e o felino o acompanha é muito interessante, pois sabemos que eles não gostam de água. Realmente, vale a pena ver.


http://www.youtube.com/watch?v=NA1i36Dd1qs

Kevin Richardson (Lion Man) Leões

A história deste cara (Kevin Richardson) sul africano que começou criando 2 filhotes de leão que se multiplicaram, formando um bando deles, sendo ele aceito pelo bando. O vídeo é sensacional. A parte que ele entra no rio e o felino o acompanha é muito interessante, pois sabemos que eles não gostam de água. Realmente, vale a pena ver.


http://www.youtube.com/watch?v=NA1i36Dd1qs

MARINA NO PARANÁ ESTA SEMANA

A senadora Marina Silva estará na quinta-feira (dia 29), em Curitiba, participando de reuniões com aslideranças dos segmentos acadêmico, empresarial e religioso. Durante os encontros, Marina Silva, falará da importância do desenvolvimento com sustentabilidade.

Antes de cumprir a agenda de compromissos na capital paranaense a pré-candidata, Marina Silva, atenderá os profissionais dos veículos de comunicação em uma coletiva de imprensa. A coletiva será realizada na sede do Partido Verde (PV), em Curitiba, às 10:15 horas.
Na agenda da pré-candidata, no dia 29, às 11:00 horas, está prevista uma palestra para o setor empresarial na Federação das Indústrias do Estado do Paraná.
Às 18:00 horas, Marina Silva reúne-se com lideranças evangélicas.
A pré-candidata encerra sua agenda na capital com uma palestra, às 20:00 horas, na UNIBRASIL, que contará com a participação do setor acadêmico e também da comunidade em geral.
Dando continuidade à visita ao estado no dia 30 de abril, a senadora desembarca em Londrina, região norte do Estado, e participa do 26° Encontro Estadual e da pré-convenção Estadual do Partido Verde, onde também será realizada coletiva de imprensa, reuniões com empresários, setor acadêmico e lideranças evangélicas.
Coletiva de imprensa com a Senadora Marina Silva.
Data: 29 de Abril de 2010 – CURITIBA
Local: Sede do Partido Verde – PV
Rua Nilo Peçanha, 1315 – Bom Retiro
Horário: 10:15h
 
Data: 30 de Abril de 2010 – LONDRINA
Local: Hotel Sumatra
Horário: 11:00hs
Endereço: Rua Souza Naves, 830

Rosa Bittencourt
Assessoria de Imprensa
Partido Verde do Paraná
(41) 3232-9333 e 9994-2101

As tetas não secam?

O QUE SERÁ DELES SE A DILMA NÃO FOR ELEITA?
Os privilegiados: ação entre amigos

No Brasil, uma nova maneira de governar foi criada. Em Brasília, há passe livre para os egressos dos movimentos sindicais, principalmente se forem ligados ao PT. Para essas pessoas parece que as portas são mais largas e os caminhos menos sinuosos. Criou-se na capital federal a casta dos integrantes da República sindical brasileira. “Nunca antes na historia desse País” tantos ex-dirigentes sindicais ocuparam postos chaves no destino da Nação Brasileira. É sobre essas pessoas, o que faziam e o que estão fazendo agora que nós iremos falar.


Jair Meneguelli – torneiro mecânico e ex-presidente do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC? Alguém lembra dele? Pois bem, ele sumiu. Fomos procurá-lo. Sabe onde o encontramos? Hoje ele se encontra em Brasília. É Presidente do Conselho Nacional do Sesi e comanda um orçamento de R$ 34.000.000,00. Salário atual: R$ 25.000,00. Salário anterior (no tempo de sindicalista) R$ 1.671,61.


Heiguiberto Navarro – ex-presidente do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC. Encontramos também. Sabe onde? Em Brasília. Sabe o que ele faz hoje? É assessor do Secretário Nacional de Estudos e Políticas da Presidência da República. Gostaram do nome? Salário atual: R$ 6.396,00. É ele quem articula os eventos do Presidente Lula quando ocorrem fora do Palácio do Planalto. Recordando, ele é ferramenteiro e na época tinha um salário de R$ 1.671,61.


João Vacari Neto – bancário, ex-presidente do Sindicato dos Bancários de São Paulo. Também o encontramos. Adivinhe onde? Brasília? Certa a resposta! O que ele faz atualmente? É membro do Conselho Nacional de Itaipu. Ajuda a decidir sobre a alocação do orçamento de Itaipu, cerca de R$ 4.500.000.000, 00. Salário R$ 13.000,00. Antes o seu salário era de R$ 4.909,20.


Paulo Okamoto – fresador, ex-tesoureiro da CUT. Está sumido do noticiário, mas nós o encontramos. Sabe onde? Em Brasília? Certa a resposta! O que ele faz hoje? Presidente do SEBRAE. Salário R$ 25.000,00. Comada um orçamento de R$1.800.000.000,00. Salário anterior, quando era pobre: R$ 1.671,61.


Luis Marinho – pintor de veículos – ex-presidente da CUT. Lembram dele? Um doce para quem disser onde fomos encontrá-lo. Em Brasília? Certa a resposta. Estou devendo um doce para milhões de pessoas. O que é que ele está fazendo? Virou Ministro da Previdência Social. Salário R$ 8.363,80. Comanda um orçamento de R$ 191.000.000. 000,00. Anteriormente o seu salário era de R$ 1.620,40.


Wilson Santarosa – operador de transferência e estocagem, presidente do Sindicato dos Petroleiros de Campinas. Está no Rio de Janeiro. É gerente de comunicação da Petrobrás e membro do Conselho Deliberativo da Petros. Salário atual R$ 39.000,00 comanda um orçamento de R$ 250.000.000, 00. Salário anterior era de R$ 3.590,90.


João Antonio Felício – professor de Desenho e História da Arte e ex-presidente da CUT. É outro que está no Rio de Janeiro. É atualmente membro do conselho do BNDES, salário R$ 3.600,00 por reunião da qual participa, com direito a transporte, hospedagem mais ajuda de custo. É um dos responsáveis pela aprovação do orçamento do BNDES de R$ 65.000.000.000, 00. Tem sob sua responsabilidade opinar sobre sua destinação e acompanhar a execução. Salário anterior R$ 1.590,00.


Sergio Rosa – escriturário e ex-presidente da Confederação Nacional dos Bancários. Também se encontra em Brasília. É atual presidente do Previ, Fundo de Previdência dos Funcionários do Banco do Brasil. Salário atual de R$ 15.000,00. Comanda um orçamento de cerca de R$ 106.000.000, 00. Salário anterior R$ 4.500,00.


José Eduardo Dutra – geólogo, ex-presidente do Sindiminas de Sergipe, atual Sindipetro. Hoje, graças a Deus, se encontra em Brasília, onde é presidente da BR Distribuidora, com um mísero salário de R$ 44.000,00. Comandará, entre 2008 a 2012, um orçamento de R$ 2.600.000.000,00. Salário anteriorera de R$10.000,00.


Wagner Pinheiros – analista de investimentos. Diretor da Federação dos Bancários de São Paulo. É outro que faz parte da Nova República. É presidente da Petros, Fundo de Pensão dos Funcionários da Petrobrás. Salário atual apenas R$ 44.000,00. Comanda um patrimônio de R$ 32.400.000.000, 00. Salário anterior: R$ 5.232,29. É bom frisar que o salário anterior era o salário percebido como dirigente sindical.


E que qualificações essas pessoas tem? Isto para citar apenas alguns dos favorecidos dentre os mais de 100.000 cargos criados para abrigar os “cumpanheiros”, pago com nosso suado dinheirinho. Como se não bastasse esses que aqui foram citados, outros estão lá, levados que foram pela força do voto popular. Vide casos: Vicentinho, professor Luizinho, João Paulo Cunha e outros menos ou mais cotados.

Num País onde vivenciamos a cada instante a falta de empregos e de oportunidades, mesmo para aqueles que lutaram e conseguiram fazer um curso superior, tivemos oportunidade de ver como para determinadas pessoas os caminhos são menos íngremes e as oportunidades parecem bater-lhes às portas. O momento é de reflexão. É esta a Republica que nós queremos? A República que nós queremos nós a construiremos com o nosso trabalho, com as nossas atitudes e com o nosso voto. Queremos as oportunidades como um direito de todos e não como um privilégio, como monopólio de uns poucos.


Fonte: http://www.gilbertoramos.com.br/2010/04/as-tetas-nao-secam/

sábado, 24 de abril de 2010

O lado oculto da Mount Rushmore


Mount Rushmore National Memorial, em Keystone, South Dakota, EUA, é uma monumental escultura no granito de Gutzon Borglum (1867-1941), que representa os primeiros 150 anos da história dos Estados Unidos da América. Com 60 pés (18 m) a escultura mostra o rosto de 4 ex-presidentes:

Da esquerda para direita: George Washington (1732-1799), Thomas Jefferson (1743-1826), Theodore Roosevelt (1858-1919), e Abraham Lincoln (1809-1865).


O memorial abrange ao todo, 1,278.45 acres (5,17 km2) e 5.725 pés (1.745 m) acima do nível do mar. É gerido pelo Serviço Nacional de Parques (National Park Service, a bureau of the United States Department of the Interior). O memorial atrai cerca de dois milhões de pessoas anualmente.


A escultura é conhecida, vista de frente. Quero mostrar agora, como é a parte de trás dessa escultura, nunca antes revelada.


O lado oculto da Mount Rushmore


Mount Rushmore National Memorial, em Keystone, South Dakota, EUA, é uma monumental escultura no granito de Gutzon Borglum (1867-1941), que representa os primeiros 150 anos da história dos Estados Unidos da América. Com 60 pés (18 m) a escultura mostra o rosto de 4 ex-presidentes:

Da esquerda para direita: George Washington (1732-1799), Thomas Jefferson (1743-1826), Theodore Roosevelt (1858-1919), e Abraham Lincoln (1809-1865).


O memorial abrange ao todo, 1,278.45 acres (5,17 km2) e 5.725 pés (1.745 m) acima do nível do mar. É gerido pelo Serviço Nacional de Parques (National Park Service, a bureau of the United States Department of the Interior). O memorial atrai cerca de dois milhões de pessoas anualmente.


A escultura é conhecida, vista de frente. Quero mostrar agora, como é a parte de trás dessa escultura, nunca antes revelada.


O lado oculto da Mount Rushmore


Mount Rushmore National Memorial, em Keystone, South Dakota, EUA, é uma monumental escultura no granito de Gutzon Borglum (1867-1941), que representa os primeiros 150 anos da história dos Estados Unidos da América. Com 60 pés (18 m) a escultura mostra o rosto de 4 ex-presidentes:

Da esquerda para direita: George Washington (1732-1799), Thomas Jefferson (1743-1826), Theodore Roosevelt (1858-1919), e Abraham Lincoln (1809-1865).


O memorial abrange ao todo, 1,278.45 acres (5,17 km2) e 5.725 pés (1.745 m) acima do nível do mar. É gerido pelo Serviço Nacional de Parques (National Park Service, a bureau of the United States Department of the Interior). O memorial atrai cerca de dois milhões de pessoas anualmente.


A escultura é conhecida, vista de frente. Quero mostrar agora, como é a parte de trás dessa escultura, nunca antes revelada.


sexta-feira, 23 de abril de 2010

LIVRO - Uma tecnologia surpreendente

Hoje é o Dia Mundial do Livro (23/04), mas o Google esqueceu-se… Pelo menos não trocou o  logotipo como habitualmente  faz com outros acontecimentos/datas importantes. Ontem (22/04), por exemplo, festejou o Dia da Terra. E o Dia do Livro?

Tenho uma teoria que justifica a ausência de comemorações na página Google: teme o livro em si, considera-o um inimigo perigoso cheio de armas secretas e  feitiços infalíveis.



Fonte: http://eprofe.net/?p=498

LIVRO - Uma tecnologia surpreendente

Hoje é o Dia Mundial do Livro (23/04), mas o Google esqueceu-se… Pelo menos não trocou o  logotipo como habitualmente  faz com outros acontecimentos/datas importantes. Ontem (22/04), por exemplo, festejou o Dia da Terra. E o Dia do Livro?

Tenho uma teoria que justifica a ausência de comemorações na página Google: teme o livro em si, considera-o um inimigo perigoso cheio de armas secretas e  feitiços infalíveis.



Fonte: http://eprofe.net/?p=498

LIVRO - Uma tecnologia surpreendente

Hoje é o Dia Mundial do Livro (23/04), mas o Google esqueceu-se… Pelo menos não trocou o  logotipo como habitualmente  faz com outros acontecimentos/datas importantes. Ontem (22/04), por exemplo, festejou o Dia da Terra. E o Dia do Livro?

Tenho uma teoria que justifica a ausência de comemorações na página Google: teme o livro em si, considera-o um inimigo perigoso cheio de armas secretas e  feitiços infalíveis.



Fonte: http://eprofe.net/?p=498

LIVRO - Uma tecnologia surpreendente

Hoje é o Dia Mundial do Livro (23/04), mas o Google esqueceu-se… Pelo menos não trocou o  logotipo como habitualmente  faz com outros acontecimentos/datas importantes. Ontem (22/04), por exemplo, festejou o Dia da Terra. E o Dia do Livro?

Tenho uma teoria que justifica a ausência de comemorações na página Google: teme o livro em si, considera-o um inimigo perigoso cheio de armas secretas e  feitiços infalíveis.



Fonte: http://eprofe.net/?p=498

MARINA SILVA falará em Washington sobre meio ambiente

A candidata à Presidência pelo Partido Verde (PV), Marina Silva, se reunirá, no fim de semana, com representantes do governo do presidente americano, Barack Obama, em Washington, onde participará, no domingo, de um evento por ocasião do Dia da Terra, celebrado nesta quinta, informou uma organização ambientalista.

Marina, que é senadora pelo estado do Acre (norte) e foi ministra do Meio Ambiente do governo Lula, falará com funcionários do conselho ambiental da Casa Branca, informou a organização Fundo de Defesa do Meio Ambiente em um comunicado.

Ao meio-dia de domingo (hora local), ela discursará em evento público organizado no "Mall", grande esplanada central de Washington, onde se concentram os monumentos e museus da capital americana.

Marina, que é uma referência internacional na luta pela preservação do meio ambiente, deixou o governo Lula em 2008, após seis anos à frente da pasta do Meio Ambiente, por desacordos com a política de desenvolvimento do país.

A Quintessência do Crime Organizado

Fuad Faraj

Os Partidos Políticos de nosso país, esse conglomerado de pessoas sujas e de caráter duvidoso que sob a mesma bandeira institucionalizaram a racionalidade e a legalidade nos assaltos aos cofres públicos, são, num nível elevadíssimo, o que de mais pavoroso a indigência gregária e intelectual de nossa sociedade criou.

Os Partidos no Brasil são instituições superlativas, metódicas, eficientes e insuperáveis do que se deva entender por crime organizado. Os Partidos Políticos no Brasil são a quintessência do crime organizado. Num belo final de semana recente uma convenção partidária realizou, no Cagatório da República, a sua convenção, na qual elegeu a sua Executiva nacional.

Eu analisei minuciosamente e em todos os seus detalhes a fotografia de todos juntos desta Executiva. Belo e aterrador quadro. Al Capone tremeria...  Hoje, uma meia dúzia qualquer, desqualificada até mesmo para dirigir a limpeza de nossos banheiros, dá as cartas nos partidos nacionais. A militância, eterna massa de manobra, fica assim como o dois de paus sem nada saber e sem poder algum, usada para encher auditórios e bater palminhas. Claro, há também a militância paga, tão desqualificada como a meia dúzia que manda na organização criminosa.

E pasmem: são dessas instituições criminosas, os partidos nacionais, que saem os candidatos que nos representarão no Congresso, nas assembléias e nas câmaras municipais. É desse amontoado de criminosos reunidos na causa comum de causar a ruína do povo que sairão aqueles que nos governarão. Como pode ser isso possível? Como pode isso continuar? Como pode continuarmos calados diante de tamanha perversidade? Não se vê que esse sistema político serve apenas para eternizar a servidão e a subserviência aos interesses daqueles totalmente divorciados do interesse nacional?


http://blogs.abril.com.br/cagatoriodobrasil/2010/02/quintessencia-crime-organizado.html

quarta-feira, 21 de abril de 2010

2010: Cristais quebrados

Por: Carlos Vereza
Não é necessário ser profeta, para revelar antecipadamente o que será o ano eleitoral de 2010.
Ou existe alguém com tamanha ingenuidade para acreditar que o "fascismo galopante" que aparelhou o estado brasileiro, vá, pacificamente, entregar a um outro presidente, que não seja do esquema lulista, os cargos, as benesses, os fundos de pensão, o nepotismo, enfim, a mais deslavada corrupção jamais vista no Brasil?
Lula, já declarou, que (sic) "2010 vai pegar fogo!". Entenda-se por mais esta delicadeza gramatical, golpes abaixo da cintura : Dossiês falsos, PCC: "em rebelião", MST convulsionando o país... Que a lei de Godwin me perdoe - mas assistiremos em versão tupiniquim, a Kristallnacht, A Noite dos Cristais que marcou em 1938 o trágico início do nazismo na Alemanha.
E os "judeus", serão todos os democratas, os meios de comunicação não cooptados (verificar mais uma tentativa de cercear a liberdade de expressão no país: em texto aprovado pelo diretório nacional do PT, é proposto o controle público dos meios de comunicação e mecanismos de sanção à imprensa). Tudo isso para a perpetuação no poder de um partido que traiu um discurso de ética e moralidade ao longo de mais de 25 anos e, gradativamente, impõe ao país um assustador viés autoritário. Não se surpreendam: Há todo um lobyy nacional e internacional visando a manutenção de Lula no poder.
Prêmios, como por exemplo, o Chatham House, em Londres, que contou com "patrocínios" de estatais como, Petrobrás, BNDS e Banco do Brasil, sem, até agora uma explicação convincente por parte dos "patrocinadores"; matérias em revistas estrangeiras, enaltecendo o "mantenedor da estabilidade na América Latina". Ou seja: A montagem virtual de um grande estadista...
Na verdade, Lula, é o übermensch dos especuladores que lucram como "nunca na história deste país". Sendo assim, quem, em perfeito juízo, pode supor que este ególatra passará, democraticamente a faixa presidencial, para, por exemplo, José Serra, ou mesmo, Aécio Neves?
Pelo que já vimos de "inaugurações" de obras que sequer foram iniciadas, de desrespeito às leis eleitorais, do boicote às CPIs, como o da Petrobás, do MST e tantos outros "deslizes", temos o suficiente para imaginar o que será a "disputa" eleitoral em 2010. Confiram.

Fonte http://carlosverezablog.blogspot.com/2009/11/2010-cristais-quebrados.html

terça-feira, 20 de abril de 2010

POSTE DE ILUMINAÇÃO PÚBLICA 100% ALIMENTADO POR ENERGIA EÓLICA E SOLAR

Cem por cento limpeza

Por GEVAN OLIVEIRA

Empresário cearense desenvolve o primeiro poste de iluminação pública 100% alimentado por energia eólica e solar

Não tem mais volta. As tecnologias limpas – aquelas que não queimam combustível fóssil – serão o futuro do planeta quando o assunto for geração de energia elétrica. E, nessa onda, a produção eólica e solar sai na frente, representando importantes fatias na matriz energética de vários países europeus, como Espanha, Alemanha e Portugal, além dos Estados Unidos. Também está na dianteira quem conseguiu vislumbrar essa realidade, quando havia apenas teorias, e preparou-se para produzir energia sem agredir o meio ambiente. No Ceará, um dos locais no mundo com maior potencial energético (limpo), um ‘cabeça chata’ pretende mostrar que o estado, além de abençoado pela natureza, é capaz de desenvolver tecnologia de ponta.

O professor Pardal cearense é o engenheiro mecânico Fernandes Ximenes, proprietário da Gram-Eollic, empresa que lançou no mercado o primeiro poste de iluminação pública 100% alimentado por energias eólica e solar. Com modelos de 12 e 18 metros de altura (feitos em aço), o que mais chama a atenção no invento, tecnicamente denominado de Produtor Independente de Energia (PIE), é a presença de um avião no topo do poste.

Feito em fibra de carbono e alumínio especial – mesmo material usado em aeronaves comerciais –, a peça tem três metros de comprimento e, na realidade, é a peça-chave do poste híbrido. Ximenes diz que o formato de avião não foi escolhido por acaso. A escolha se deve à sua aerodinâmica, que facilita a captura de raios solares e de vento. "Além disso, em forma de avião, o poste fica mais seguro. São duas fontes de energia alimentando-se ao mesmo tempo, podendo ser instalado em qualquer região e localidade do Brasil e do mundo", esclarece.

Tecnicamente, as asas do avião abrigam células solares que captam raios ultravioletas e infravermelhos por meio do silício (elemento químico que é o principal componente do vidro, cimento, cerâmica, da maioria dos componentes semicondutores e dos silicones), transformando-os em energia elétrica (até 400 watts), que é armazenada em uma bateria afixada alguns metros abaixo. Cumprindo a mesma tarefa de gerar energia, estão as hélices do avião. Assim como as naceles (pás) dos grandes cata-ventos espalhados pelo litoral cearense, a energia (até 1.000 watts) é gerada a partir do giro dessas pás.

Cada poste é capaz de abastecer outros três ao mesmo o tempo. Ou seja, um poste com um "avião" – na verdade um gerador – é capaz de produzir energia para outros dois sem gerador e com seis lâmpadas LEDs (mais eficientes e mais ecológicas, uma vez que não utilizam mercúrio, como as fluorescentes compactas) de 50.000 horas de vida útil dia e noite (cerca de 50 vezes mais que as lâmpadas em operação atualmente; quanto à luminosidade, as LEDs são oito vezes mais potentes que as convencionais). A captação (da luz e do vento) pelo avião é feita em um eixo com giro de 360 graus, de acordo com a direção do vento.

À prova de apagão
Por meio dessas duas fontes, funcionando paralelamente, o poste tem autonomia de até sete dias, ou seja, é à prova de apagão. Ximenes brinca dizendo que sua tecnologia é mais resistente que o homem: "As baterias do poste híbrido têm autonomia para 70 horas, ou seja, se faltarem vento e sol 70 horas, ou sete noites seguidas, as lâmpadas continuarão ligadas, enquanto a humanidade seria extinta porque não se consegue viver sete dias sem a luz solar".

O inventor explica que a ideia nasceu em 2001, durante o apagão. Naquela época, suas pesquisas mostraram que era possível oferecer alternativas ao caos energético. Ele conta que a caminhada foi difícil, em função da falta de incentivo – o trabalho foi desenvolvido com recursos próprios. Além disso, teve que superar o pessimismo de quem não acreditava que fosse possível desenvolver o invento. "Algumas pessoas acham que só copiamos e adaptamos descobertas de outros. Nossa tecnologia, no entanto, prova que esse pensamento está errado. Somos, sim, capazes de planejar, executar e levar ao mercado um produto feito 100% no Ceará. Precisamos, na verdade, é de pessoas que acreditem em nosso potencial", diz.

Mas esse não parece ser um problema para o inventor. Ele até arranjou um padrinho forte, que apostou na ideia: o governo do estado. O projeto, gestado durante sete anos, pode ser visto no Palácio Iracema, onde passa por testes. De acordo com Ximenes, nos próximos meses deve haver um entendimento entre as partes. Sua intenção é colocar a descoberta em praças, avenidas e rodovias.

O empresário garante que só há benefícios econômicos para o (possível) investidor. Mesmo não divulgando o valor necessário à instalação do equipamento, Ximenes afirma que a economia é de cerca de R$ 21.000 por quilômetro/mês, considerando-se a fatura cheia da energia elétrica. Além disso, o custo de instalação de cada poste é cerca de 10% menor que o convencional, isso porque economiza transmissão, subestação e cabeamento. A alternativa teria, também, um forte impacto no consumo da iluminação pública, que atualmente representa 7% da energia no estado. "Com os novos postes, esse consumo passaria para próximo de 3%", garante, ressaltando que, além das vantagens econômicas, existe ainda o apelo ambiental. "Uma vez que não haverá contaminação do solo, nem refugo de materiais radioativos, não há impacto ambiental", finaliza Fernandes Ximenes.

Vento e sol

Com a inauguração, em agosto do ano passado, do parque eólico Praias de Parajuru, em Beberibe, o Ceará passou a ser o estado brasileiro com maior capacidade instalada em geração de energia elétrica por meio dos ventos, com mais de 150 megawatts (MW). Instalada em uma área de 325 hectares, localizada a pouco mais de cem quilômetros de Fortaleza, a nova usina passou a funcionar com 19 aerogeradores, capazes de gerar 28,8 MW. O empreendimento é resultado de uma parceria entre a Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) e a empresa Impsa, fabricante de aerogeradores. Além dessa, a parceria prevê a construção de dois outros parques eólicos – Praia do Morgado, com uma capacidade também de 28,8 MW, e Volta do Rio, com 28 aerogeradores produzindo, em conjunto, 42 MW de eletricidade. Os dois parques serão instalados no município de Acaraú, a 240 quilômetros de Fortaleza.

Se no litoral cearense não falta vento, no interior o que tem muito são raios solares. O calor, que racha a terra e enche de apreensão o agricultor em tempos de estiagem, traz como consolo a possibilidade de criação de emprego e renda a partir da geração de energia elétrica. Na região dos Inhamuns, por exemplo, onde há a maior radiação solar de todo o país, o potencial é que sejam produzidos, durante o dia, até 16 megajoules (MJ – unidade de medida da energia obtida pelo calor) por metro quadrado.

Essa característica levou investidores a escolher a região, especificamente o município de Tauá, para abrigar a primeira usina solar brasileira. O projeto está pronto e a previsão é que as obras comecem no final deste mês. O empreendimento contará com aporte do Fundo de Investimento em Energia Solar (FIES), iniciativa que dá benefícios fiscais para viabilizar a produção e comercialização desse tipo de energia, cujo custo ainda é elevado em relação a outras fontes, como hidrelétricas, térmicas e eólicas.

A usina de Tauá será construída pela MPX – empresa do grupo EBX, de Eike Batista – e inicialmente foi anunciada com uma capacidade de produção de 50 MW, o que demandaria investimentos superiores a US$ 400 milhões. Dessa forma, seria a segunda maior do mundo, perdendo apenas para um projeto em Portugal. No entanto, os novos planos da empresa apontam para uma produção inicial de apenas 1 MW, para em seguida ser ampliada, até alcançar os 5 MW já autorizados pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). Os equipamentos foram fornecidos pela empresa chinesa Yingli.

Segundo o presidente da Agência de Desenvolvimento do Estado do Ceará (Adece), Antônio Balhmann, essa ampliação dependerá da capacidade de financiamento do FIES. Aprovado em 2009 e pioneiro no Brasil, o fundo pagaria ao investidor a diferença entre a tarifa de referência normal e a da solar, ainda mais cara. "A energia solar hoje é inviável financeiramente, e só se torna possível agora por meio desse instrumento", esclarece. Ao todo, estima-se que o Ceará tem potencial de geração fotovoltaica de até 60.000 MW.

Também aproveitando o potencial do estado para a energia solar, uma empresa espanhola realiza estudos para definir a instalação de duas térmicas movidas a esse tipo de energia. Caso se confirme o interesse espanhol, as terras cearenses abrigariam as primeiras termossolares do Brasil. A dimensão e a capacidade de geração do investimento ainda não estão definidas, mas se acredita que as unidades poderão começar com capacidade entre 2 MW a 5 MW.

Bola da vez

De fato, em todas as partes do mundo, há esforços cada vez maiores e mais rápidos para transformar as energias limpas na bola da vez. E, nesse sentido, números positivos não faltam para alimentar tal expectativa. Organismos internacionais apontam que o mundo precisará de 37 milhões de profissionais para atuar no setor de energia renovável até 2030, e boa parte deles deverá estar presente no Brasil. Isso se o país souber aproveitar seu gigantesco potencial, especialmente para gerar energias eólica e solar. Segundo o Estudo Prospectivo para Energia Fotovoltaica, desenvolvido pelo Centro de Gestão e Estudos Estratégicos (CGEE), o dever de casa no país passa, em termos de energia solar, por exemplo, pela modernização de laboratórios, integração de centros de referência e investimento em desenvolvimento de tecnologia para obter energia fotovoltaica a baixo custo. Também precisará estabelecer um programa de distribuição de energia com sistemas que conectem casas, empresas, indústria e prédios públicos.

"Um dos objetivos do estudo, em fase de conclusão, é identificar as oportunidades e desafios para a participação brasileira no mercado doméstico e internacional de energia solar fotovoltaica", diz o assessor técnico do CGEE, Elyas Ferreira de Medeiros. Por intermédio desse trabalho, será possível construir e recomendar ações estratégicas aos órgãos de governo, universidades e empresas, sempre articuladas com a sociedade, para inserir o país nesse segmento. Ele explica que as vantagens da energia solar são muitas e os números astronômicos. Elyas cita um exemplo: em um ano, a Terra recebe pelos raios solares o equivalente a 10.000 vezes o consumo mundial de energia no mesmo período.

O CGEE destaca, em seu trabalho, a necessidade de que sejam instituídas políticas de desenvolvimento tecnológico, com investimentos em pesquisa sobre o silício e sistemas fotovoltaicos. Há a necessidade de fomentar o desenvolvimento de uma indústria nacional de equipamentos de sistemas produtivos com alta integração, além de incentivar a implantação de um programa de desenvolvimento industrial e a necessidade de formação de profissionais para instalar, operar e manter os sistemas fotovoltaicos.

sábado, 10 de abril de 2010

BOAS DO DIA

LANÇAMENTO NACIONAL


ELE É DO PV – ESSE É O CARA


ELES ERRARAM


ANOTAÇÕES DE UM “CURINTIANO”


BOAS DO DIA

LANÇAMENTO NACIONAL


ELE É DO PV – ESSE É O CARA


ELES ERRARAM


ANOTAÇÕES DE UM “CURINTIANO”


BOAS DO DIA

LANÇAMENTO NACIONAL


ELE É DO PV – ESSE É O CARA


ELES ERRARAM


ANOTAÇÕES DE UM “CURINTIANO”


CARTA DE FUAD PARA CORREGEDORIA

Do promotor Fuad Faraj para a Corregedoria do Ministério Público do Paraná: “Dentre os 5 Poderes está este Ministério Público vassalo que orbita dentro do pólo de atração de atribuições da Procuradoria-Geral de Justiça. Por todos os títulos é um Ministério Público subserviente aos demais poderes do Centro Cívico e que prejulga imunes a qualquer investigação, não de hoje, mas desde muito tempo atrás, o Presidente da Assembléia Legislativa do Paraná, Excelentíssimo Senhor Doutor Nelson Justus e o ex-presidente da Assembléia Legislativa do Estado do Paraná, hoje Presidente do Tribunal de Contas, Doutor Hermas Brandão”.


 Na quarta-feira da semana passada o promotor Fuad Faraj recebeu ofício da corregedoria do Ministério Público Estadual (MP) pedindo informações sobre suas declarações feitas em entrevista ao telejornal RPCTV no dia 26 de março sobre a rede de solidariedade que envolve os poderes públicos do Paraná, incluindo aí o próprio Ministério Público. A resposta oficial ele enviou na quinta-feira (08). Confira:


Excelentíssimo Senhor Doutor Corregedor-Geral do Ministério Público. 
                                                        Tenho a grata honra de me dirigir a Vossa Excelência para, instado pelo Ofício nº0488/2010 emanado desta Douta Corregedoria, me manifestar e requerer o seguinte:
                                                        Antes de tudo, se Vossa Excelência me permitir uma ligeira introdução, quero dizer que faço parte de um Ministério Público que honra diuturnamente as suas atribuições constitucionais. Meu Ministério Público é aquele pelo qual o Povo clama quando todas as portas da moralidade se fecharam nos demais Poderes.
                                                         O Meu Ministério Público é o da linha de frente da guerra encarniçada contra a Corrupção. É aquele do sangue, suor e lágrimas. O meu Ministério Público não se chama social. Ele É o Ministério Público do Povo. O Ministério Público do Povo é aquele que assume como missão inalienável e como sacerdócio a defesa intransigente dos direitos fundamentais da nação e do cidadão. O Ministério Público pelo qual luto e levanto a sua bandeira não barganha direitos do povo em benefício e bem estar de corruptos que deveriam estar hospedados em nossas cadeias públicas.
                                                        Reafirmo a existência de uma rede de cumplicidade entre os 5 poderes, dentre os quais se destaca o Ministério Público, limitado em minha percepção inicial, pelo menos até o momento, ao Ministério Público materializado na ação ou na omissão da Procuradoria-Geral de Justiça e reportados amplamente por todos os meios de comunicação nos últimos anos.
                                                        Correntes de Solidariedade e ação entre amigos dinamizam as relações espúrias dos 5 poderes do Centro Cívico de Curitiba. De tão patentes essas relações espúrias que elas são públicas e notórias e também já foram referidas com minúcias e à exaustão por jornalistas, analistas políticos, articulistas e também por aqueles que gravitam em torno do meio acadêmico como sociólogos, historiadores e cientistas políticos.
                                                        Dentre os 5 Poderes está este Ministério Público vassalo que orbita dentro do pólo de atração de atribuições da Procuradoria-Geral de Justiça. Por todos os títulos é um Ministério Público subserviente aos demais poderes do Centro Cívico e que prejulga imunes a qualquer investigação, não de hoje, mas desde muito tempo atrás, o Presidente da Assembléia Legislativa do Paraná, Excelentíssimo Senhor Doutor Nelson Justus e o ex-presidente da Assembléia Legislativa do Estado do Paraná, hoje Presidente do Tribunal de Contas, Doutor Hermas Brandão. Este, aliás, através do ato 240/2003, publicado no Diário da Assembléia do dia 23 de março de 2004, nomeou a esposa do Deputado Nereu Moura que exercia as funções de 1º Secretário da mesa para um cargo que, a estarem certas as informações que recebi, simplesmente não existia. E fez pior: deu efeitos pretéritos ao ato, fazendo que a nomeação valesse desde 1º e janeiro de 2003. Mais de um ano antes da publicação! Efeitos retroativos de longo curso, contra os mais comezinhos princípios de Direito Administrativo e Constitucional!  E tudo para mascarar o fato de que a Assembléia pagava salários pra pessoas que não possuíam nenhum vínculo com a Assembléia. Isso foi no ano de 2004. Mais de 6 anos se passaram e  o Eminente ex-deputado Hermas Brandão continua incólume, com o sorriso e simpatia que lhe são peculiares,  no elevado cargo de Presidente do Tribunal de Contas, o qual lhe permite receber e ser recebido com muita efusividade e sem-cerimônia pelo Chefe do Ministério Público, inclusive para tratar dos assuntos noticiados recentemente pela Gazeta do Povo e pela RPCTV.
                                                        Além do fato acima, posso citar, de memória, também noticiada vastamente, a questão do nepotismo que, tenho certeza, mantém íntima relação com os fatos que estão sendo noticiados pela Gazeta do Povo e pela RPCTV. Quero crer que não tenhamos esquecido a atuação acanhada da Procuradoria-Geral de Justiça diante dos nepotistas esclarecidos ou não de todos os Poderes, enquanto no interior os Promotores de Justiça zelavam pelo bom nome do Ministério Público promovendo as devidas ações de improbidade administrativa.
                                                        Citei fatos que atribuo sua gênese e evolução à cultura da rede de cumplicidade e à ideologia do pacto entre as elites do centro cívico. Explique-me, por favor, Vossa Excelência, que chegou recentemente a Coordenar o Centro de Apoio das Promotorias de Proteção ao Patrimônio Público, que outra expressão poderia ter usado na entrevista que dei para explicar, por exemplo, os fatos acima narrados?
                                                        No Centro Cívico vislumbramos um acanhamento do Ministério Público, um temor servil diante das cúpulas dos demais Poderes que escancaradamente violam com todos os requintes de permissividade possível a Constituição, as leis, a moral e os bons costumes. Não podemos lidar dessa forma com corruptos que afrontam a nação da maneira mais torpe possível. Se agirmos assim, o Ministério Público perderá a sua razão de existir. Nenhum Poder vale por si só. Vale e somente vale se estiver atrelado ao interesse de cada cidadão. E o interesse do cidadão nos aponta hoje que é nosso dever lutar da maneira mais contundente possível contra os facínoras corruptos que se banqueteiam com o dinheiro do Povo na Assembléia Legislativa do Paraná.                                          
                                                        Se eu tiver acesso aos numerosos e volumosos procedimentos de investigação do Centro de Apoio das Promotorias de Proteção ao Patrimônio Público tenho certeza de que poderei apresentar-lhe mais casos, além do já relatados aqui e dos relatadas pela imprensa acerca da ação e da omissão da Procuradoria-Geral de Justiça.
                                                        Assim sendo, na medida em que a Egrégia Corregedoria-Geral de Justiça manifesta o desejo de contrastar apenas a mim pelas declarações que proferi, tratando-me como pária e, eventualmente, queira me processar por coisas ditas não só por mim, mas por muitos jornalistas e pessoas do povo, requeiro, para assegurar meu sagrado direito de defesa, certidão de todos os procedimentos investigatórios relacionados à Assembléia Legislativa do Paraná a cargo da Procuradoria-Geral de Justiça e do Centro de Apoio das Promotorias de Proteção ao Patrimônio Público, facultando-me acesso aos autos e a extração de cópias integrais dos procedimentos.
                                                        Pedindo seja deferido o pedido feito e limitado ao exposto, despeço-me externando minha consideração e meu devido respeito.
Curitiba, 08 de abril de 2010.

Fuad Faraj
Promotor de Justiça


PV PROPÕE A RENOVAÇÃO

O Presidente da Executiva Municipal do Partido Verde de Ponta Grossa, Lauro Padilha, convidou o advogado ponta grossense, Guilherme Fernando Ferreira da Silva, 23 anos, Bacharel em Direito, Formado pela Faculdade União em 2009, Conselheiro Tutelar eleito para a gestão 2008/2011, para assumir a Presidência do PV Jovem em Ponta Grossa.

“Precisamos renovar a política em Ponta Grossa, lançando novos nomes principalmente entre os jovens. O Guilherme faz um excelente trabalho como conselheiro tutelar e sente na pele diariamente os problemas sociais que Ponta Grossa tem. Ele percebeu que aqueles que não participam da política são governados pelos que participam e essa má fama que os políticos têm, com justificativas, pode ser mudada por uma nova geração que pensa na política como uma coisa séria.”, comentou Padilha.

“O Guilherme iniciará todo um processo de chamamento da juventude para o PV e terá como forte argumento os princípios do PV e toda questão ambiental que envolve o planeta numa crescente conscientização em favor da natureza.”, completou Padilha.
O PV terá dois candidatos a Deputado Federal, o radialista Otávio Carneiro, o “Véio Nordo”, e o também radialista Nivaldo “NEGO” da Silva e como candidato a Deputado Estadual, Lauro Padilha. Padilha ainda busca outro nome na ala feminina do partido, para candidatura a Estadual, já que o partido deve destinar 30% das vagas para as mulheres.
“O PV Jovem de Ponta Grossa através do Guilherme, poderá montar uma diretoria própria para auxiliá-lo no trabalho, se assim desejar. Pode trabalhar com os filiados atuais ou com novos filiados que ele venha trazer” analisou Padilha. No estado o presidente jovem é Raphael Rolim de Moura de Curitiba, o vice Célio Guimarães da Lapa e o secretário geral é Thiago Marcilio da Silva também de Curitiba.
PARTIDO VERDE
Direção Executiva de Ponta Grossa

sexta-feira, 9 de abril de 2010

SÃO PAULINO COM DÚVIDA NO IMPOSTO DE RENDA


IMPOSTO DE RENDA – Dúvida

"Sou São Paulino e pago carnê de sócio. Estou fazendo minha declaração de Imposto de Renda. Como pago a prestação todo mês, devo lançar o São Paulo como meu dependente?"

Resposta dos Auditores da Receita:


"Claro que não. Somente deve lançar dependente na Declaração de Imposto de Renda quem ganhou alguma coisa no ano de 2009. No seu caso, uma simples Declaração de isento é o suficiente."



SÃO PAULINO COM DÚVIDA NO IMPOSTO DE RENDA


IMPOSTO DE RENDA – Dúvida

"Sou São Paulino e pago carnê de sócio. Estou fazendo minha declaração de Imposto de Renda. Como pago a prestação todo mês, devo lançar o São Paulo como meu dependente?"

Resposta dos Auditores da Receita:


"Claro que não. Somente deve lançar dependente na Declaração de Imposto de Renda quem ganhou alguma coisa no ano de 2009. No seu caso, uma simples Declaração de isento é o suficiente."



SÃO PAULINO COM DÚVIDA NO IMPOSTO DE RENDA


IMPOSTO DE RENDA – Dúvida

"Sou São Paulino e pago carnê de sócio. Estou fazendo minha declaração de Imposto de Renda. Como pago a prestação todo mês, devo lançar o São Paulo como meu dependente?"

Resposta dos Auditores da Receita:


"Claro que não. Somente deve lançar dependente na Declaração de Imposto de Renda quem ganhou alguma coisa no ano de 2009. No seu caso, uma simples Declaração de isento é o suficiente."

quinta-feira, 8 de abril de 2010

PAI… QUERO SER CORRUPTO

- Que você vai ser quando crescer, filho?
- Presidente da República, pai.
- Puxa, filho, que legal. Mas por quê?
- Pra não precisar estudar.
- Não, filho, não é bem assim. Precisa estudar muito.
- Então quero ser vice-presidente.
- Vice, filho? Por quê?
- Pra não precisar estudar. O José de Alencar também só foi até a
quinta série primária. Já posso parar.
- Não é assim, filho. Ele trabalhou muito e aprendeu.
- Pai, todo mundo que se dá bem não estudou: o presidente, o vice,
a Xuxa, o Kaká, o Zeca Pagodinho...
- É que eles têm um talento...
- Ah, entendi, estudar é para quem não tem talento?
- Não, filho, pelo amor de Deus. Artista é diferente.
- O presidente e o vice não são artistas.
- Não, quer dizer, o presidente, de certo modo, até é.
- Se eu estudar, vou ganhar mais do que o Kaká?
- Menos.
- Ah, é? Então quero ir já para a escolinha.
- Você já está numa boa escola, filho.
- Quero ir pra escolinha de futebol.
- Não, filho, você precisa estudar muito. A escola abre caminhos
para as pessoas. Pode-se viver dignamente.
- Acho que vou querer ser corrupto.
- Meu Deus, filho, não diga isso nem de brincadeira.
- Na TV disseram que ninguém se dá mal por causa da corrupção e
que tudo sempre termina em pizza. Adoro pizza. Quando for corrupto, pedirei
só de quatro queijos.
- Ser corrupto é muito feio, meu filho.
- Ué, pai, se é feio assim, por que Brasília está cheia deles e
quase todos conseguem ser reeleitos?
- É complicado de explicar, Wilk. Mas isso vai mudar.
- Quero ser corrupto e praticar nepotismo.
- Cale a boca, filho, de onde tira essas barbaridades?
- É só olhar televisão, pai. O Sarney pratica nepotismo e é
presidente do Senado. Ninguém pode mexer com ele.
- Mas você sabe o que é nepotismo, filho?
- Sei. É empregar os parentes da gente.
- E você quer fazer isso?
- Claro. Assim ia acabar com os vagabundos da família.
- Filho, você precisa ter bons valores. Pense numa profissão, numa
coisa honesta e que seja respeitada. Não quer ser médico, dentista ou, sei
lá, engenheiro?
- Não. De jeito nenhum. To fora, pai!
- Mas por que, filho?
- Eles nunca vão ao Faustão.
- Isso não tem importância, filho. Que tal bombeiro?
- Vou querer ser astronauta ou jornalista.
- Hummm... Jornalista? Por que mesmo, filho?
- Não precisa mais ter diploma pra ser jornalista.

PAI… QUERO SER CORRUPTO

- Que você vai ser quando crescer, filho?
- Presidente da República, pai.
- Puxa, filho, que legal. Mas por quê?
- Pra não precisar estudar.
- Não, filho, não é bem assim. Precisa estudar muito.
- Então quero ser vice-presidente.
- Vice, filho? Por quê?
- Pra não precisar estudar. O José de Alencar também só foi até a
quinta série primária. Já posso parar.
- Não é assim, filho. Ele trabalhou muito e aprendeu.
- Pai, todo mundo que se dá bem não estudou: o presidente, o vice,
a Xuxa, o Kaká, o Zeca Pagodinho...
- É que eles têm um talento...
- Ah, entendi, estudar é para quem não tem talento?
- Não, filho, pelo amor de Deus. Artista é diferente.
- O presidente e o vice não são artistas.
- Não, quer dizer, o presidente, de certo modo, até é.
- Se eu estudar, vou ganhar mais do que o Kaká?
- Menos.
- Ah, é? Então quero ir já para a escolinha.
- Você já está numa boa escola, filho.
- Quero ir pra escolinha de futebol.
- Não, filho, você precisa estudar muito. A escola abre caminhos
para as pessoas. Pode-se viver dignamente.
- Acho que vou querer ser corrupto.
- Meu Deus, filho, não diga isso nem de brincadeira.
- Na TV disseram que ninguém se dá mal por causa da corrupção e
que tudo sempre termina em pizza. Adoro pizza. Quando for corrupto, pedirei
só de quatro queijos.
- Ser corrupto é muito feio, meu filho.
- Ué, pai, se é feio assim, por que Brasília está cheia deles e
quase todos conseguem ser reeleitos?
- É complicado de explicar, Wilk. Mas isso vai mudar.
- Quero ser corrupto e praticar nepotismo.
- Cale a boca, filho, de onde tira essas barbaridades?
- É só olhar televisão, pai. O Sarney pratica nepotismo e é
presidente do Senado. Ninguém pode mexer com ele.
- Mas você sabe o que é nepotismo, filho?
- Sei. É empregar os parentes da gente.
- E você quer fazer isso?
- Claro. Assim ia acabar com os vagabundos da família.
- Filho, você precisa ter bons valores. Pense numa profissão, numa
coisa honesta e que seja respeitada. Não quer ser médico, dentista ou, sei
lá, engenheiro?
- Não. De jeito nenhum. To fora, pai!
- Mas por que, filho?
- Eles nunca vão ao Faustão.
- Isso não tem importância, filho. Que tal bombeiro?
- Vou querer ser astronauta ou jornalista.
- Hummm... Jornalista? Por que mesmo, filho?
- Não precisa mais ter diploma pra ser jornalista.

PAI… QUERO SER CORRUPTO

- Que você vai ser quando crescer, filho?
- Presidente da República, pai.
- Puxa, filho, que legal. Mas por quê?
- Pra não precisar estudar.
- Não, filho, não é bem assim. Precisa estudar muito.
- Então quero ser vice-presidente.
- Vice, filho? Por quê?
- Pra não precisar estudar. O José de Alencar também só foi até a
quinta série primária. Já posso parar.
- Não é assim, filho. Ele trabalhou muito e aprendeu.
- Pai, todo mundo que se dá bem não estudou: o presidente, o vice,
a Xuxa, o Kaká, o Zeca Pagodinho...
- É que eles têm um talento...
- Ah, entendi, estudar é para quem não tem talento?
- Não, filho, pelo amor de Deus. Artista é diferente.
- O presidente e o vice não são artistas.
- Não, quer dizer, o presidente, de certo modo, até é.
- Se eu estudar, vou ganhar mais do que o Kaká?
- Menos.
- Ah, é? Então quero ir já para a escolinha.
- Você já está numa boa escola, filho.
- Quero ir pra escolinha de futebol.
- Não, filho, você precisa estudar muito. A escola abre caminhos
para as pessoas. Pode-se viver dignamente.
- Acho que vou querer ser corrupto.
- Meu Deus, filho, não diga isso nem de brincadeira.
- Na TV disseram que ninguém se dá mal por causa da corrupção e
que tudo sempre termina em pizza. Adoro pizza. Quando for corrupto, pedirei
só de quatro queijos.
- Ser corrupto é muito feio, meu filho.
- Ué, pai, se é feio assim, por que Brasília está cheia deles e
quase todos conseguem ser reeleitos?
- É complicado de explicar, Wilk. Mas isso vai mudar.
- Quero ser corrupto e praticar nepotismo.
- Cale a boca, filho, de onde tira essas barbaridades?
- É só olhar televisão, pai. O Sarney pratica nepotismo e é
presidente do Senado. Ninguém pode mexer com ele.
- Mas você sabe o que é nepotismo, filho?
- Sei. É empregar os parentes da gente.
- E você quer fazer isso?
- Claro. Assim ia acabar com os vagabundos da família.
- Filho, você precisa ter bons valores. Pense numa profissão, numa
coisa honesta e que seja respeitada. Não quer ser médico, dentista ou, sei
lá, engenheiro?
- Não. De jeito nenhum. To fora, pai!
- Mas por que, filho?
- Eles nunca vão ao Faustão.
- Isso não tem importância, filho. Que tal bombeiro?
- Vou querer ser astronauta ou jornalista.
- Hummm... Jornalista? Por que mesmo, filho?
- Não precisa mais ter diploma pra ser jornalista.

quarta-feira, 7 de abril de 2010

PV pede o afastamento de Nelson Justus e Alexandre Curi

O Partido Verde do Paraná informa:

PV pede o afastamento do presidente da AL, Nelson Justus, e do primeiro secretário Alexandre Curi

O Partido Verde do Paraná encaminhou na tarde desta quarta-feira o pedido de afastamento do presidente da Assembleia Legislativa do Paraná, deputado Nelson Justus (DEM), e o primeiro secretário, deputado Alexandre Curi (PMDB), de suas funções na Mesa Diretora, durante o processo de investigação das denúncias veiculadas pela imprensa. O escândalo na Casa de Leis envolve excesso de nomeações, irregularidades em contratações e desvios de recursos. Em nota, o PV afirma que a investigação dos atos em suspeição exige a máxima transparência, o que não pode ser garantida se os responsáveis administrativos pela gestão e pelos atos investigados integram a própria Mesa Diretora. O documento foi encaminhado aos deputados e deputadas estaduais, aos membros da Mesa Diretora e ao Conselho de Ética da Assembleia Legislativa do PR.

“O Partido Verde, com sua trajetória em defesa da ética e da moralidade pública, já tem se pronunciado pública e oportunamente sobre os fatos, considera que o afastamento do presidente da Assembleia e do 1. secretário é essencial para garantir a lisura e a transparência das investigações. Esta medida visa garantir credibilidade ao Legislativo em um momento em que a indignação popular com os atos ilícitos exige uma resposta à altura das denúncias veiculadas”, diz o texto do documento assinado pelo presidente do PV, Melo Viana, que reitera a necessidade de uma auditoria independente com representantes da sociedade civil organizada.

Há mais de 20 dias, a imprensa paranaense tem publicado diariamente denúncias sobre o excesso de nomeações, irregularidades em contratação de funcionários na Assembleia Legislativa, desvios de recursos e outros atos ilícitos. As denúncias receberam o nome de “Diários Secretos” e foram levantadas em reportagem especial do jornal Gazeta do Povo e da RPCTV. Em nota, o Partido Verde lembra que o Regimento Interno da Assembleia Legislativa estabelece que o presidente da Mesa e o 1. secretário são responsáveis diretos pela gestão e fiscalização dos atos administrativos financeiros da Casa, como estabelece o artigo 19 e o artigo 20.

O PV foi um dos primeiros partidos a manifestar publicamente, por meio de duas notas oficiais, sua posição de repúdio diante dos escândalos da Assembleia Legislativa do Paraná.

Abaixo a íntegra da nota do PV.

PARTIDO VERDE DO PARANÁ

Curitiba, 07 de abril de 2010

Aos deputados e deputadas estaduais, aos membros da Mesa Diretora e ao Conselho de Ética da Assembléia Legislativa do Estado do Paraná

O Partido Verde do Paraná, através do seu presidente, adiante assinado, vem requerer atenciosamente sejam tomadas medidas cabíveis visando o afastamento do presidente da Assembléia Legislativa do Paraná, deputado Nelson Justus, e o Primeiro Secretário, deputado Alexandre Curi, de suas funções na Mesa diretora, durante o processo de investigação de denúncias veiculadas na imprensa, diante do que se expõe:

1 – A imprensa paranaense tem noticiado continuamente diversas denúncias sobre excesso de nomeações, irregularidades em contratação de funcionários na Assembléia Legislativa, desvios de recursos e outros ilícitos no que se convencionou chamar de “Diários Secretos”. A investigação dos atos em suspeição exige a máxima transparência, o que não pode ser garantida se os responsáveis administrativos pela gestão da Casa e pelos atos investigados integram a própria Mesa Diretora.

2 – O Regimento Interno da Assembléia Legislativa do Paraná estabelece que o Presidente da Mesa e o 1º Secretário são os responsáveis diretos pela gestão e fiscalização dos atos administrativos financeiros da Casa, como estabelece o Art. 19 e Art. 20, do Regimento Interno:

Art. 19. O Presidente é o representante da Assembléia, quando esta houver de se enunciar coletivamente, o regulador dos seus trabalhos e o fiscal da sua ordem, em conformidade deste Regimento.
Art. 20. São atribuições do Presidente, dentre outras expressas neste Regimento, dirigir e representar a Assembléia, incumbindo-lhe:
(…)
XXI – assinar todas as resoluções, mensagens e atos da Assembléia;
E ao 1º Secretário:
(…)
VII – assinar, depois do Presidente, as Atas das sessões, bem como todas as Resoluções da Assembléia;
3 – O presente requerimento se soma e está em consonância com as duas notas já emitidas pelo Partido Verde, de repúdio aos escândalos com indícios de improbidade, o afastamento dos envolvidos e a garantia da independência das investigações sobre os chamados “Diários Secretos” e outras denúncias sobre atos ilícitos da Assembléia Legislativa do Paraná;

4 – O Partido Verde, com sua trajetória em defesa da ética e da moralidade pública, já tem se pronunciado publica e oportunamente sobre os fatos, considera que o afastamento do Presidente da Assembléia e do 1º Secretário é essencial para garantir a lisura e a transparência das investigações. Esta medida visa garantir credibilidade ao Legislativo em um momento em que a indignação popular com os atos ilícitos exige uma resposta à altura das denúncias veiculadas.

5 – Reiterando a necessidade de uma auditoria independente, com representantes da sociedade civil organizada;

Pede Deferimento,

Antonio Jorge Melo Viana

Presidente PV

terça-feira, 6 de abril de 2010

ENTREVISTA GENERAL LEÔNIDAS PIRES GONÇALVES – ESQUERDA CORROMPIDA

A corajosa entrevista do General Leônidas Pires Gonçalves para a Globo News. Ao repórter Geneton Moraes Neto, o general disse que, enquanto ele comandou o Doi Codi, não houve tortura. Ele revelou que o Exército pagou a delatores para obter informações.








CORAGEM – PARABÉNS DEPUTADA


Dia 24-03-2010 a Deputada Cidinha Campos fala sobre os ladrões da ALERJ, digo dos deputados. Ela fala que todos saõ omissos. Critica, bate, e xinga de ladrão o Deputado José Nader que se "auto" indicou para uma vaga no Tribunal de Contas.


segunda-feira, 5 de abril de 2010

PV ANTECIPA FICHA LIMPA

PV aprova resolução que impede candidatura de ficha suja

A Executiva Nacional do PV aprovou a resolução chamada Ficha Limpa, que impede a candidatura de integrantes do partido com condenação judicial em segunda instância, ou em decisão colegiada. A proposta foi apresentada pelo deputado Roberto Santiago (PV-SP) e aprovada pela executiva partidária para as eleições de outubro próximo.Com a medida, o PV antecipa a adoção do projeto de lei de iniciativa popular que impede candidaturas de pessoas condenadas. A proposta foi apresentada à Câmara dos Deputados com mais de 1,6 milhão de assinaturas. Na Câmara, o projeto tramitou em comissão especial e está pronto para ser votado. O presidente da Casa, deputado Michel Temer (PMDB-SP), marcou a votação do projeto para quarta-feira (7).

De acordo com o autor da proposta, não serão admitidos como candidatos do PV políticos condenados, em decisão transitada em julgado ou proferida por órgão judicial colegiado, desde a condenação até o transcurso do prazo de oito anos após o cumprimento da pena por crimes contra a economia popular, a fé pública, a administração pública, por atos contra o patrimônio privado, o sistema financeiro, o meio ambiente, a saúde pública e contra a vida, entre outros.

A resolução do PV obriga o candidato a assinar um termo de compromisso em que conste que não tem condenação judicial em segunda instância. No caso de denúncia caberá a uma comissão do partido responder, em até 48 horas, aos eventuais problemas com candidatos da legenda.

A resolução aprovada pela executiva partidária impede também que candidatos do PV a qualquer cargo eletivo, majoritário ou proporcional, apóiem candidatos de outros partidos, exceto nos casos de coligação entre partidos que a integrem. Também não serão admitidas "dobradas de candidatos" a deputado federal ou estadual com candidatos proporcionais de outros partidos, exceto nos casos de coligação entre partidos que a integrem.

Fonte: Agência Brasil - Publicado em: 04/04/2010

sábado, 3 de abril de 2010

PÁSSAROS CRIADOS NA ALEP

Existe uma empresa, que produz e instala sistemas de lava-carros (Magic Wand Car Wash System). Recentemente esta empresa instalou um Lava-Carros em Frederick, Md, USA. Esses sistemas são completos, e incluem até troca e recebimento de dinheiro em caixa automático.

O problema começou quando um  comprador desse sistema reclamou ao fabricante que a cada semana um certo montante de moedas era perdido.

O dono do Lava-Carros chegou a dizer que os funcionários do fabricante teriam a chave dos depósitos de moeda, e seria assim que ele estava sendo roubado. Não acreditando que alguém estivesse fazendo aquilo, o fabricante instalou câmeras pra pegar o ladrão 'no flagra'. Veja o que aconteceu:

1 - Observe o passarinho sentado no orifício onde são colocadas as moedas.

2 - Agora o passarinho entra na caixa pra pegar as moedas.

3- Veja o passarinho carregando US$0.75 em seu bico (3 moedas).

4 - O mais intrigante é que deu pra notar que isso vinha sendo feito por vários passarinhos (formação de quadrilha).

Uma vez identificados os ladrões, foram achados mais de US$ 4.000 em moedas de US $ 0.25 no telhado do Lava-Carros e em outros das redondezas. Você achou que já tinha visto de tudo?

Esses pássaros devem ter sido criados e treinados na ALEP!

PÁSSAROS CRIADOS NA ALEP

Existe uma empresa, que produz e instala sistemas de lava-carros (Magic Wand Car Wash System). Recentemente esta empresa instalou um Lava-Carros em Frederick, Md, USA. Esses sistemas são completos, e incluem até troca e recebimento de dinheiro em caixa automático.

O problema começou quando um  comprador desse sistema reclamou ao fabricante que a cada semana um certo montante de moedas era perdido.

O dono do Lava-Carros chegou a dizer que os funcionários do fabricante teriam a chave dos depósitos de moeda, e seria assim que ele estava sendo roubado. Não acreditando que alguém estivesse fazendo aquilo, o fabricante instalou câmeras pra pegar o ladrão 'no flagra'. Veja o que aconteceu:

1 - Observe o passarinho sentado no orifício onde são colocadas as moedas.

2 - Agora o passarinho entra na caixa pra pegar as moedas.

3- Veja o passarinho carregando US$0.75 em seu bico (3 moedas).

4 - O mais intrigante é que deu pra notar que isso vinha sendo feito por vários passarinhos (formação de quadrilha).

Uma vez identificados os ladrões, foram achados mais de US$ 4.000 em moedas de US $ 0.25 no telhado do Lava-Carros e em outros das redondezas. Você achou que já tinha visto de tudo?

Esses pássaros devem ter sido criados e treinados na ALEP!