quinta-feira, 12 de agosto de 2010

Joãozinho e Dilma

Dilma foi a uma escola conversar com as criancinhas, acompanhada de uma comitiva. Depois de apresentar todas as maravilhosas propostas para seu governo (se eleita), disse às criancinhas que iria responder perguntas.

Uma das crianças levantou a mão e Dilma perguntou:
- Qual é o seu nome, meu filho?
- Paulinho.
- E qual é a sua pergunta?
- Eu tenho três perguntas.
A primeira é:
"É verdade que a senhora assaltou a casa do Gov. Ademar de Barros?"
-A segunda é:
"É verdade que a senhora assaltava bancos?"
-E a terceira é:
"A senhora participou de assassinatos de pessoas?"

Dilma fica desnorteada, mas neste momento a campainha para o recreio toca e ela aproveita e diz que continuará a responder depois do recreio.

Após o recreio, Dilma diz:
-OK, onde estávamos?
Acho que eu ia responder perguntas.
Quem tem perguntas?

Um outro garotinho levanta a mão e Dilma aponta para ele.
-Pode perguntar, meu filho.
-Como é seu nome?
-Joãozinho, e tenho cinco perguntas:
-A primeira é:
"É verdade que a senhora assaltou a casa do Gov. Ademar de Barros?"
-A segunda é:
"É verdade que a senhora assaltava bancos?"
-A terceira é:
"A senhora participou de assassinatos de pessoas?"
-A quarta é: "Porque o sino do recreio tocou meia hora mais cedo?" e
-A quinta é:
"Cadê o Paulinho???

Nenhum comentário:

Postar um comentário